Urologia

A urologia é uma especialidade médico/cirúrgica que tem como objectivos o estudo e o tratamento clínicos das doenças que afectam o aparelho urinário (do homem e da mulher) e o aparelho genital masculino.

A área de interesse anatómico da urologia inclui as glândulas supra-renais, os rins, os ureteres, a bexiga e a uretra – no homem e na mulher.
Fazem ainda parte dos órgãos estudados e tratados pelos urologistas os órgãos do aparelho genital masculino – a próstata, as vesículas seminais, os canais deferentes, o escroto, os testículos, os epidídimos e o pénis.

Finalmente, dadas as importantes implicações urológicas relacionadas com os processos de incontinência urinária feminina, são ainda alvo do interesse desta especialidade as estruturas do pavimento pélvico na mulher.

São muito variadas as doenças que afectam os órgãos uro-genitais e vão desde as malformações congénitas do aparelho génito-urinário (urologia pediátrico) às doenças infecciosas (as infecções do aparelho urinário – infecções renais, da bexiga, da próstata) à litíase urinária (cálculos das cavidades renais, do uréter e da bexiga), à incontinência urinária (no homem e na mulher), à hipertrofia da próstata (ou hiperplasia benigna da próstata também referida como adenoma da próstata) e ainda todas as doenças tumorais malignas primitivas (neoplasia malignas primárias) que atingem em especial os rins, a bexiga, a próstata, o pénis e os testículos, ou secundárias (chamadas metástases de tumores primitivos de tecidos / órgãos que não fazem parte do aparelho uro-genital) e que pela localização das suas “ramificações” condicionam perturbações funcionais importantes ou complicações que exigem estudos, avaliações e tratamentos específicos.

O urologista estuda e trata, também, as doenças do foro sexual masculino em especial a disfunção eréctil (impotência) e as perturbações da ejaculação (por exemplo a ejaculação prematura ou rápida), e cabe ainda ao urologista colaborar nas equipas de estudo e tratamento da infertilidade.