Reabilitação Vestibular

Os distúrbios do sistema vestibular atingem cerca de 10% a 25% da população nalgum momento da sua vida.

O distúrbio vestibular mais frequente é, provavelmente, a vertigem posicional paroxística benigna.

A patologia vestibular, depende da localização da lesão, etiologia e extensão, origem e sintomatologia específica e intensidade variável de: vertigens, nistagmo patológico, desequilíbrio, alterações da visão, náuseas, vómitos, rigidez cervical, etc.

Esta sintomatologia pode dar origem a restrições significativas no quotidiano do individuo, originando muitas vezes quedas e perda de independência, especialmente numa população mais idosa.

A Reabilitação Vestibular, tem sido desenvolvida nos últimos anos, através de metodologias de intervenção específicas que estimulam o processo fisiológico de compensação vestibular, levando à diminuição da sintomatologia, aumento da estabilidade e consequentemente da melhoria na qualidade de vida.