Pilates Clínico

 

Pilates é um método que foi criado por volta de 1920 por Joseph Pilates, que trabalha a mente e o corpo, em conjunto, possuindo alguns princípios básicos:
  • concentração
  • controle
  • centralização
  • precisão
  • respiração.
Promove a reeducação do movimento, através de um grande repertório de exercícios, com poucas repetições e baixo impacto, proporcionando assim, menor desgaste das articulações e músculos.
Desta forma, o Pilates, muitas vezes, complementa e/ou mantém o trabalho de reabilitação, podendo ser chamado de Pilates clínico.
  • Fortalecimento muscular
  • Aumento da flexibilidade
  • Alinhamento corporal
  • Melhoria da respiração
  • Alívio do stress
  • Otimização da coordenação motora
  • Melhoria da consciência corporal
  • Previne a incontinência urinária
  • Diminui o risco de queda nos idosos
  • Benéfico na preparação pré e pós-parto
O que é Pilates Clínico?
O Pilates clínico consiste, antes de qualquer exercício, numa avaliação individualizada e específica feita por um Fisioterapeuta.
Nessa avaliação, o profissional observa quais as necessidades clínicas do aluno/paciente, identificando quaisquer condições, limitações, recomendações médicas ou indicações de diagnósticos pré-existentes, traçando os objetivos específicos para realizar o método.
Assim, a avaliação garante ao profissional um conhecimento completo sobre as particularidades de cada aluno.
Com base na avaliação, será criado, individualmente, o programa de exercícios de pequeno, médio e longo prazo, assim como, será definida a frequência de aulas/sessões realizadas por semana.
Junto com a avaliação é realizada a aula experimental para que o aluno/paciente vivencie os princípios do método, colocando-os em prática em exercícios básicos.
Em relação aos exercícios, durante as sessões/aulas, estes serão específicos para cada quadro clínico, cuidadosos, garantindo que o aluno/paciente não tenha dor ao realizá-los e assistidos por um profissional capacitado no método.
Os alunos/pacientes têm direcionamentos personalizados, de acordo com sua condição pessoal, e os exercícios evoluem conforme a progressão do aluno/paciente. Muitas vezes, os pacientes/alunos questionam se não seria igual ao tratamento fisioterapêutico.
A resposta é que a maioria dos pacientes procuram o Pilates clínico para tratamento de dor, disfunção articular/muscular, pós operatório de cirurgias, reabilitação cardiopulmonar, dentre outras patologias, que precisam de tratamento específico, assim como a Fisioterapia e é exatamente o que encontramos no Pilates clínico.
Por isso, sim! O Pilates clínico, para alguns, funciona como uma reabilitação e para outros, será uma atividade benéfica, segura e eficaz após uma reabilitação, como atividade física de manutenção.
Como são realizadas as aulas do Pilates Clínico?
A aula/sessão de Pilates Clínico tem duração de 60 minutos, podendo ser individual ou no máximo ter dois alunos/pacientes para o fisioterapeuta garantir a segurança e eficácia da técnica.
A aula é composta por exercícios no solo ou Mat Pilates, além do uso de acessórios que facilitam ou dificultam os movimentos.
Principais Patologias
As patologias mais encontradas dentro de uma aula de Pilates variam de acordo com o público atendido no local, como mulheres, homens, jovens ou pessoas de meia idade sedentárias ou praticantes de atividade física, atletas, idosos, dentre outras classificações.
Assim, podemos citar as principais:
• Hérnia Discal Lombar
• Hérnia Discal Cervical
• Artrose na Coluna vertebral
• Espondilolistese
• Pós operatório de Cirurgias à Coluna
• Escoliose/Atitude Escoliótica
• Artrose do Joelho
• Artrose da anca
• Pós operatório de Cirurgias ao Joelho
• Disquinesia Escapular
• Lombalgias
• Cervicalgias
• Sindrome do Piriforme
• Disfunção Sacroilíaca